Ilha de Bolama procura título de património mundial da cultura

/Ilha de Bolama procura título de património mundial da cultura

Ilha de Bolama procura título de património mundial da cultura

O Palácio do Governador da Ilha de Bolama, antiga capital da Guiné Portuguesa, registe à degradação, continuando a espelhar aos turistas e aos visitantes da ilha a sua memória histórica e arquitectónica, procurando agora uma auto-estrada para alcançar o título de património mundial da cultura da Unesco. Não obstante reunir uma amálgama de património cultural e arquitectónico, a velha ilha de Bolama ainda está a preparar o dossier da sua candidatura a património mundial. Os bolamenses estão convictos que com este reconhecimento o fluxo de turismo e de visitantes poderá aumentar. Por isso, bolamenses e amigos da Ilha de Bolama na diáspora estão a angariar apoios e investimentos para contribuir para a recuperação dos patrimónios culturais e arquitectónicos da antiga capital da Guiné Portuguesa.

O dossier para a candidatura da Ilha de Bolama tem vindo a ganhar mais visibilidade com o interesse da Fundação West África – liderada pela empresa alemã Augustus – que pretende recuperar as infraestruturas portuárias e construir um novo aeroporto na Ilha de Bolama. Também os patrimónios arquitectónicos e culturais serão recuperados. Os empresários da Alemanha que operam na Fundação West África assumem que pretendem transformar a antiga capital da Guiné Portuguesa numa zona franca. Ou seja, a Ilha de Bolama será uma espécie da imagem de Macau na África Ocidental.

Por | 2018-07-25T05:27:45+00:00 31 de Julho de 2017|Categorias: Cultura||0 Comentários

Sobre o autor:

António Nhaga
António Nhaga é Licenciado em Ciências de Comunicação, Professor Universitário, Director do Curso de Comunicação Organizacional e Jornalismo na Universidade Lusófona da Guiné. Coordenador de Grupo de Pesquisa de Comunicação Organizacional e Jornalismo da Universidade Lusófona da Guiné, Membro da...
Ler mais sobre: António Nhaga

Deixe um comentário