Academia Virtual de Poetas homenageia escritores lusófonos

/Academia Virtual de Poetas homenageia escritores lusófonos

Academia Virtual de Poetas homenageia escritores lusófonos

A Academia Virtual de Poetas da Língua Portuguesa (AVPLP) e Seiva da Nova Geração (Clube Guineense de Artes) homenagearam esta quarta-feira, 18 de setembro, os poetas e escritores lusófonos com lançamento do livro intitulado “A Poesia na Rota de Camões”, para dar mais ênfase a língua de Camões.

A homenagem foi feita no âmbito do VI Encontro de Poetas de Língua Portuguesa que está a decorrer na Guiné-Bissau até dia 21 do corrente mês e que foi organizado pelo AVPLP, Clube guineense de Arte e Associação dos Jovens Escritores da Guiné-Bissau (AEGUI),  com o apoio do governo através da Secretaria de Estado da Cultura.

Na ocasião, o Presidente de Clube Guineense de Artes,  Secuna Mané explicou que o livro intitulado “A Poesia na Rota de Camões” junta 142 poetas dos países lusófonos e que a obra faz parte da homenagem às importantes artistas como a poetisa e romancista brasileira Maria Firmina dos Reis, o poeta guineense Vasco Cabral e as portuguesas Sophia de Mello Breyner Andresen e Amália Rodrigues.

Acrescentou que cada país é que escolheu a figura que deseja homenagear no livro acima mencionado e que a Guiné-Bissau decidiu escolher Vasco Cabral por motivo de ser um artista que deixou muitos ensinamentos e críticas à sociedade.

“Este acto significa a continuidade de ligação histórica e cultural que requer a participação de todos, por isso, apelamos os irmãos da Guiné-Bissau à fazerem de tudo para tirar o melhor proveito da actividade que vai decorrer durante três dias no nosso país”, referiu aquele responsável.

Apelou ainda a união no seio da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) de modo à incentivar um sonho maior no que tange a arte, cultura e progresso dos mesmos.

Por outro lado, o Director-geral da Cultura João Cornélio manifestou a sua satisfação pela realização dessa iniciativa e sublinhou que o evento serve igualmente para encorajar os mais jovens a seguirem o exemplo dos seus antecessores .

 “No caso da Guiné-Bissau temos muitas figuras poéticas que podemos seguir os seus exemplos, como  Vasco Cabral, Ernesto Dabó, Conduto de Pina, entre outras”, disse, acrescentando que,  seguir exemplos dos mais velhos só vai permitir com que os mais novos tenham bagagem suficiente para a progressão.

João Cornélio sustentou que a Secretaria de Estado da Cultura abraçou a iniciativa logo nos primeiros momentos devido a sua importância, e que estão desposta a  continuar a  apoiar  iniciativas do género, uma vez que a promoção da cultura de um povo é fundamental para o seu  desenvolvimento.

No evento que decorrerá durante três dias, em Bissau, estão presentes os poetas e escritores de Angola, Portugal, Brasil e da Guiné-Bissau, que irão  partilhar  ideias e enriquecer os seus conhecimentos visando a promoção da  Língua Portuguesa no mundo.

Fonte: Angnoticias

Por | 2019-09-19T06:53:51+00:00 19 de Setembro de 2019|Categorias: Arte, Cultura||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário