“Eu, Alcides – Estórias de vida, poemas e esculturas”

/“Eu, Alcides – Estórias de vida, poemas e esculturas”

“Eu, Alcides – Estórias de vida, poemas e esculturas”

Alcides Augusto do Pereiro, poeta e escultor . Nasceu na vila de Almeida em 1928. Criado apenas pela mãe, por causa da morte prematura do pai, Alcides cresceu na pobreza. “No Natal, com 5 ou 6 anos, esperava ansiosamente pelo menino Jesus. Diziam que entrava pela chaminé para pôr as prendas no sapatinho. Mas nós não tínhamos nem chaminé nem sapatos.” Com 11 anos iniciou-se como aprendiz na profissão que adorava. Alcides queria ser carpinteiro! “Alfaiate era para as meninas! Sapateiro? As botas cheiravam mal…”.

 

Por | 2018-09-19T09:57:46+00:00 19 de Setembro de 2018|Categorias: Reportagem||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário