Ano Novo Chinês celebra-se em Portugal sob os auspícios do Porco

/Ano Novo Chinês celebra-se em Portugal sob os auspícios do Porco

Ano Novo Chinês celebra-se em Portugal sob os auspícios do Porco

Lisboa, Vila do Conde e Lagoa juntam-se às celebrações do Ano Novo Chinês, de 05 a 07 de fevereiro, que decorrem em 2019 sob os auspícios do Porco, com eventos e manifestações culturais chinesas, da ópera à gastronomia.

Segundo a tradição chinesa, o Porco representa o final do ciclo de rotação dos doze signos do calendário lunar entrando-se, assim, num momento de reflexão e análise sobre o passado para projetar um novo ciclo.

O Ano Novo Chinês, ou Festa da Primavera, é a data mais importante para todos os chineses e ganha cada vez mais relevância “à medida que a influência da China se espalha pelo mundo e o intercâmbio cultural aumenta”, salienta a Embaixada da China em Portugal que organiza várias iniciativas em parceria com autarquias e outras entidades.

A festa já se tornou “uma marca cultural chinesa em território português”, onde as celebrações são uma das “mais elaboradas da Europa”, acrescenta a missão diplomática, adiantando que desde 2014 já se realizaram cinco grandes eventos em Portugal.

“É uma oportunidade para mostrar à população portuguesa os costumes de um povo que adotou Portugal como sua casa”, destacou a embaixada, num comunicado, salientando também que é uma ocasião para imigrantes chineses e comunidades estrangeiras “estreitarem os laços” e promoverem o diálogo intercultural, convivência e a integração.

A deslocação da Companhia Nacional de Ópera de Pequim a Portugal é um dos momentos altos das celebrações, que acontecem no mesmo ano em que se assinala o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e Portugal.

A companhia apresenta o espetáculo “As guerreiras da família Yang” nos dias 08 de fevereiro no Teatro São Carlos, em Lisboa e no dia 11 no Centro de Congressos Arade (Lagoa, Algarve).

Ainda em Lisboa a Avenida Almirante Reis recebe um desfile no dia 09 de fevereiro, realizando-se na Alameda espetáculos e uma feira tradicional que se repetem no dia seguinte.

No dia 12 de fevereiro, Vila do Conde acolhe um espetáculo da companhia estudantil de Macau.

A Casa de Macau organiza também um almoço de ementa chinesa, para sócios e não-sócios, no dia 09 de fevereiro, no restaurante Dim Sun, em Oeiras.

O Museu do Oriente dá as boas vindas ao ano do Porco, um animal que representa a inteligência e o poder de observação, com um conjunto de iniciativas que se iniciaram em janeiro e prolongam até março.

Além de assinalar o dia de Ano Novo, 05 de fevereiro, com entrada gratuita, o museu programou também ‘workshops’ sobre alimentação, energia do Feng Shui para o ano 2019 e astrologia do Ki, bem como oficinas para crianças e famílias.

Em 2018, as celebrações do Ano Novo Chinês no mundo, conhecidas como Feliz Ano Novo Chinês realizaram-se em mais de 140 paises e 500 cidades.

De acordo com o relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo de 2017 do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, os chineses já eram a quinta comunidade estrangeira residente em Portugal mais representativa com 23.197 pessoas (+3,1% do que em 2016), correspondentes a 5,5% do total de imigrantes.

Os chineses são também os principais beneficiários do regime especial de autorização de residência para atividade de investimento (mais conhecido como vistos ‘gold,’) com 4.013 vistos atribuídos desde o início do programa, em outubro de 2012, até novembro de 2018.

Fonte: Lusa 

Por | 2019-02-04T17:44:21+00:00 4 de Fevereiro de 2019|Categorias: Cultura, Sociedade|, |0 Comentários

Sobre o autor:

Somos

Deixe um comentário