Camões, I.P e a Fundação Mulheres por África criam parceria para apoiar mulheres africanas

/Camões, I.P e a Fundação Mulheres por África criam parceria para apoiar mulheres africanas

Camões, I.P e a Fundação Mulheres por África criam parceria para apoiar mulheres africanas

O Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, I.P.)e a fundação espanhola Mulheres por África assinaram um memorando de entendimento que vai permitir desenvolver programas e ações conjuntas para potenciar a afirmação, capacitação e poder de opinião e decisão das mulheres africanas em África e na Europa.

”As duas instituições comprometem-se a envidar esforços na conceção e implementação de iniciativas destinadas a potenciar a promoção da afirmação, capacitação e empoderamento das mulheres africanas através de programas de formação, educação, comunicação, empreendedorismo, ciência ou investigação”, refere o Camões, I.P., numa nota e imprensa.

Na cerimónia, o presidente do Camões, I.P., Luis Faro Ramos, afirmou que “esta parceria está em linha com duas prioridades do Camões, I.P.: a cooperação para o desenvolvimento com África e a promoção das questões do género, no contexto da agenda 2030 das Nações Unidas. Esperamos, em conjunto , poder fazer a diferença a favor das mulheres africanas, e brevemente promoveremos a primeira reunião da comissão mista prevista no memorando de entendimento”.

Estão definidos, entre outros, programas de formação, educação, ciência ou investigação, com as ações e programas na Europa a serem destinadas particularmente a mulheres africanas em Portugal e Espanha.

Realçando o compromisso das duas entidades em investir esforços na conceção e implementação de projetos e programas, Luís Faro Ramos manifestou o desejo de que o Instituto Camões, que tem como missão propor e executar a política de cooperação portuguesa e a de ensino e divulgação da língua e cultura portuguesas no estrangeiro, e a Fundação Mulheres por África possam, “em conjunto, fazer a diferença a favor das mulheres africanas”.

A presidente da Fundação Mulheres por África, Maria Teresa Fernández de la Veja, revelou que o acordo permite “lançar uma mensagem muito clara”, que é a de, “tanto o Instituto Camões como Mulheres em África, saberem que o desenvolvimento em todo o mundo, mas especialmente em África, tem um motor especialmente potente e importante, as mulheres”.

A responsável pela fundação, que atua nas áreas da educação, conhecimento, saúde e desenvolvimento económico da mulher africana, declarou que o Instituto Camões e a Fundação Mulheres por África “contribuirão, com maior eficácia, para o fim da pobreza, da precariedade e dos conflitos que afligem o continente” africano.

Fonte: Mundo Português

Por | 2018-10-16T05:19:22+00:00 16 de Outubro de 2018|Categorias: Sociedade||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário