Grito Rock arranca em Cabo Verde com homenageia a Kaká Barbosa

/Grito Rock arranca em Cabo Verde com homenageia a Kaká Barbosa

Grito Rock arranca em Cabo Verde com homenageia a Kaká Barbosa

A sétima edição do festival internacional Grito Rock arranca hoje em Cabo Verde, com uma homenagem ao músico, intérprete e compositivo Kaká Barbosa e associado à causa ambiental.

O festival vai começar no Instituto Camões, na cidade da Praia, com um espetáculo de guitarristas cabo-verdianos, nomeadamente Alícia Maria, Tó Tavares, Quim Bettencourt, Zé Rui de Pina, Manuel di Candinho, Kaká Barbosa e Djick Oliveira.

No dia seguinte, está marcado o mini-Grito, com bandas infantis, e na sexta-feira haverá um encontro de artistas de Cabo Verde, Espanha e Marrocos, no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

O festival prossegue até dia 27 de março, com espetáculos gratuitos e muitas outras atividades, como encontros, conversas, intercâmbios culturais, visitas a escolas e oficinas.

A organização indicou ainda que o evento deste ano vai estar aliado à causa ambiental, com o objetivo de “passar mensagens e desenvolver algumas ações em prol do meio ambiente”, em associação com o Movimento Ambiental 350 CV.

O Grito Rock, que em Cabo Verde é organizado pela ARTiKUL CJ, é um festival colaborativo que surgiu no Brasil, como alternativa ao Carnaval.

É realizado anualmente em centenas de cidades em mais de 40 países, entre fevereiro e março, contemplando outros estilos e linguagens artísticas que não só o rock e a música.

Fonte: Lusa

Por | 2019-03-20T14:01:40+00:00 20 de Março de 2019|Categorias: Cultura|, |0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário