Guiné Bissau: Ministério da Educação prevê abertura de bibliotecas em todas as escolas do país

/Guiné Bissau: Ministério da Educação prevê abertura de bibliotecas em todas as escolas do país

Guiné Bissau: Ministério da Educação prevê abertura de bibliotecas em todas as escolas do país

O Ministério da Educação Nacional prevê abertura  de bibliotecas em todas as escolas do país, no quadro de uma campanha de  “Promoção de Leitura”.

A informação consta numa Nota à Imprensa do gabinete de assessoria do Ministério de Educação à que a ANG teve acesso e que foi produzida no último  fim-de-semana  após a  abertura oficial das actividades de resgate da memória nacional dos acervos de documentação histórica da Biblioteca Pública Nacional e Arquivos Históricos.

No documento consta que, o ministro da Educação Nacional,Arcene Abdulai Jibrilo Baldé informou que a iniciativa de resgatar a memória nacional dos acervos de documentação histórica da Biblioteca Pública Nacional e Arquivos Históricos partiu do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (INEP) e  que visa digitalizar e tornar acessíveis milhares de acervos  que se encontram naquela instituição num “estado avançado de degradação”, e colocá-los à disposição do público.

O titular da pasta da Educação garantiu que os membros da Associação dos Jovens e Amigos dos Leitores e das Bibliotecas serão os formadores do pessoal que será seleccionado para cuidar das bibliotecas que serão abertas  à nível nacional.

Arcene Abdulai Jibrilo Baldé prometeu colocar à disposição do INEP, o primeiro Plano Nacional de Estudos e Pesquisas da Guiné-Bissau manu-escrito que tem no seu arquivo pessoal.

Por sua vez, o Secretário de Estado do Ensino Superior e Investigação Cientifica, Garcia Biifa Bedeta reconheceu que o país tem grande défice no que concerne ao hábito de leitura, segundo a nota de imprensa.

Bedeta assegurou que a visita e participação nas actividades de resgate da memória nacional é uma demonstração clara da determinação do Ministério da Educação na implementação da sua política de promoção de leitura na Guiné-Bissau e na valorização e divulgação da identidade nacional.

Fonte: ANG

Por | 2020-08-12T03:40:39+00:00 12 de Agosto de 2020|Categorias: Educação||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário