Intercâmbio multicultural entre China e países lusófonos em exposição em Macau

/Intercâmbio multicultural entre China e países lusófonos em exposição em Macau

Intercâmbio multicultural entre China e países lusófonos em exposição em Macau

O intercâmbio e o diálogo multiculturais vão dominar a exposição “Língua Franca”, que pretende proporcionar uma “nova experiência de artes visuais chinesas e portuguesas” em Macau.

Os trabalhos fotográficos e vídeos de 22 artistas em representação de dez países e regiões da China continental, de Macau e dos países lusófonos para “mostrar as características únicas das culturas regionas e os diversos costumes” vão estar patentes, a partir de quinta-feira e até 08 de dezembro, na mostra “Língua Franca – Segunda exposição anual de artes entre a China e os países de língua portuguesa”, indicou, em comunicado, o Instituto Cultural (IC) de Macau.

Evandro Teixeira, Inês Gonçalves, Han Lei e Pan Jinlian, Peng Yun e Edgar Martins, entre outros, integram a exposição, uma das atividades da primeira edição de “Arte Macau” e no segundo “Encontro em Macau – Festival de Artes e Cultura entre a China e os Países de Língua Portuguesa”.

A mostra vai estar patente nas “Vivendas Verdes”, um conjunto de moradias em estilo português, pintadas de verde, e recentemente restauradas. Além destas moradias, a exposição ocupará também o antigo estábulo municipal de gado bovino.

De acordo com o mesmo comunicado, o IC disse ter preservado, na restauração das “Vivendas Verdes”, na península de Macau, a fachada e a aparência do edifício, bem como as características dos pátios.

Fonte: Lusa

Por | 2019-09-25T04:30:58+00:00 25 de Setembro de 2019|Categorias: Arte, Cultura||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário