Luanda: Gingas do Maculusso no Live no Kubico

/Luanda: Gingas do Maculusso no Live no Kubico

Luanda: Gingas do Maculusso no Live no Kubico

 O agrupamento feminino angolano Gingas do Maculusso tomam, neste domingo, dia 9, de “assalto” o palco do projecto Live no Kubico.

Com transmissão televisiva e nas redes sociais a partir das 14h30 (hora local),  o projecto tem servido de mote para a recolha de donativos para os mais carenciados.

Em pouco mais de três horas de espectáculo, os fãs do grupo terão a oportunidade de reviverem os velhos tempos do agrupamento onde pontificam Patrícia Faria, Gersy Pegado, Daniela Miranda (Paula), Josina Stella, Celma Miguel, Maria João.

Com um vasto repertório que ao longo dos mais de 20 anos de existência do grupo, no qual se destacam temas como “Mbanza Luanda”, “Malanje-Natureza e Ritmos”, “Xiyami”, “Muenhu”, “Kizomba”, “Canta Não Chora”,  “Filhas de África”, “Panguila”, “Kimbange”, “Missosso”, “A Mangonha”, entre outras, as Gingas terão à tarde de domingo para se reencontrarem com o público angolano.

O grupo começou o seu percurso em 1983, num dos programas infantis da Rádio Nacional de Angola, sob o comando da jornalista Amélia Mendes.

Tem no seu repertório os discos “Mbanza Luanda”, “Malanje-Natureza e Ritmos”, “Xiyami” e “Muenhu”, e dezenas de canções que estouraram nas rádios e nas pistas de dança de todo o país.

Destinado à recolha de apoio para os mais vulneráveis, o “Live no Kubico” na TPA tem contado com a participação de artistas angolanos de referência.

Dele já participaram Paulo Flores/Bonga/Yuri da Cunha, no concerto “3 G do Semba”, Anselmo Ralph, Matias Damásio, Euclides da Lomba/Patrícia Faria e Dom Cateano/Edmásia, os últimos 4 em duetos.

Transmitidos aos sábados, na TPA 2 e TPA Internacional, e aos domingos, na TPA 1,  promoveu também actuações de Ary, GabrielTchiema/Mito Gaspar, Calabeto/Puto Português e com os Jovens do Prenda,  Tunjila Tuajokota, Socorro e Baló Januário, e das divas Patrícia Faria, Yola Semedo e Edmázia, Ndengues do Kota Duro,  Sassa Tchokwe e Santos Católica.

De igual modo, proporcionou o show com as referências do music hall angolano nos anos 80, e outras actuações de artistas gospel.

Para além da TPA e Zimbo, o “Live no Kubico” é transmitido em directo, em várias redes sociais, em parceria com a Platina Line.

Fonte:Angop

Por | 2020-08-08T10:07:14+00:00 8 de Agosto de 2020|Categorias: Cultura||0 Comentários

Sobre o autor:

Somos
Multiplataforma de comunicação numa mesma língua que junta contadores de estórias de Macau, da China e de todos os espaços do universo lusófono.

Deixe um comentário