Somos – ACLP lança concurso de fotografia anual para participantes de Macau e do universo lusófono

/Somos – ACLP lança concurso de fotografia anual para participantes de Macau e do universo lusófono
Somos – ACLP lança concurso de fotografia anual para participantes de Macau e do universo lusófono 2018-11-01T18:20:21+00:00

A “Somos! – Associação de Comunicação em Língua Portuguesa” (Somos – ACLP) vai lançar, em dezembro, o concurso de fotografia “Somos – Imagens da Lusofonia”, com o qual pretende disponibilizar mais um canal em Macau de divulgação das tradições e da cultura que mantêm ligados os países e regiões do universo lusófono. As inscrições decorrem de 1 a 31 de dezembro de 2018 e os resultados serão anunciados no mês de fevereiro do próximo ano, seguindo-se uma exposição fotográfica.

O concurso “Somos – Imagens da Lusofonia 2018” fica, na sua edição inaugural, subordinado ao tema “Raízes Lusófonas: Veículos de Comunicação”. Procurou-se um tópico que fosse abrangente, para atrair uma participação alargada no arranque desta iniciativa, e que estivesse igualmente alinhado com o objeto de atuação da Somos – ACLP: a promoção da comunicação em língua portuguesa e disseminação das tradições e costumes lusófonos.

Admitir-se-ão a concurso as fotografias que captem momentos, objetos, ideias, pessoas, etc., que contribuam, de alguma forma, para a transmissão da herança e características lusófonas. Podem competir todos os cidadãos dos países e regiões da Lusofonia e residentes Macau, com fotografias tiradas em qualquer um destes sítios: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste ou Goa, Damão e Diu.

Cada concorrente poderá participar com um número máximo de três fotografias, mas só serão aceites originais (nunca deverão ter sido publicadas) e que tenham sido captadas nos últimos dois anos, nos países ou regiões supracitados. Não é admissível a adulteração ou tratamento das imagens, ficando estas excluídas do concurso.

O júri é, este ano, composto por um grupo de fotojornalistas de Macau e Portugal, designadamente Gonçalo Lobo Pinheiro (presidente do júri e representante da Somos – ACLP), Lim Choi, Paulo Cordeiro, Rodrigo Cabrita e Rui Caria [biografias em anexo]. Os trabalhos serão avaliados de acordo com os critérios da originalidade, qualidade, adequação à temática “Raízes Lusófonas: Veículos de Comunicação”, criatividade, características técnicas e transmissão eficaz de mensagens relacionadas com o mundo lusófono, tanto através da fotografia como na sua relação com o título e a memória descritiva.

O concurso fotográfico culminará na atribuição de prémios pecuniários no valor de 5.000, 3.000 e 2.000 patacas, respetivamente, ao primeiro, segundo e terceiro classificados. Além disso, prevê-se a atribuição e a entrega de menções honrosas até um total de três participantes por concurso.

No próximo ano, concluídos os procedimentos do concurso fotográfico, será organizada uma exposição, onde ficarão exibidas as imagens vencedoras e as menções honrosas. A par destas, farão parte da mostra todas as outras fotografias admitidas a concurso que o júri considere relevantes ou de valor tendo em conta o enquadramento com o tema do concurso fotográfico e o propósito da Somos – ACLP de projetar a dimensão cultural da Lusofonia, assim como o papel de Macau enquanto plataforma que une a China e os países/regiões de Língua Portuguesa.

A inscrição para o concurso de fotografia “Somos – Imagens da Lusofonia 2018” é gratuita e pode ser feita através do website da Somos – ACLP (www.somosportugues.com), onde os interessados encontrarão o formulário de inscrição e o regulamento do concurso fotográfico. Os participantes menores de 18 anos terão de anexar uma autorização de participação assinada pelos pais/encarregado de educação.

 

Referências biográficas dos elementos do júri:

Gonçalo Lobo Pinheiro – Fotojornalista português radicado em Macau desde 2010, somando já 18 anos de carreira. Colaborou com diversos jornais e revistas portugueses e de Macau. Vencedor de diversos prémios, já realizou exposições individuais e coletivas. É atualmente o coordenador de fotografia da Revista Macau e colabora com o projeto Plataforma Media, do grupo Global Media.

Lim Choi –  Fotojornalista de Macau, com cerca de 30 anos de experiência na área da comunicação social. Iniciou a carreira como jornalista no Ou Mun (Macau Daily News), passando mais tarde para o ShiMin Daily. Em 1998, começou a desempenhar as funções de fotojornalista na Agência Lusa, de 2002 a 2011 trabalhou no Gabinete de Comunicação Social do Governo de Macau. Desde 2011, é fotojornalista na Direção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes. Distinguido no concurso fotográfico da PSP de Macau sobre segurança em 1996.

Paulo Cordeiro – Nascido  em Luanda, Angola, em 1969, é um fotógrafo português com uma longa carreira em múltiplas áreas do fotojornalismo. Tem também trabalhos publicados em seis livros. Como freelancer, tem colaborado com inúmeros meios de comunicação portugueses e agências noticiosas como a Lusa, Reuters, France Press e International Sports Images. Conquistou o primeiro lugar na categoria de desporto do conceituado Prémio de Fotojornalismo Visão/BES, em 2005.

Rodrigo Cabrita – Fotojornalista português que, ao longo dos anos, tem estado presente nos principais jornais portugueses. No estrangeiro colaborou com a Associated Press, o Le Monde, a ESPN Magazine e o TIME.com, entre outros meios de comunicação social. Ganhou o prémio Gazeta de Fotojornalismo 2011 com uma imagem do funeral do Prémio Nobel de Literatura, José Saramago, e também Prémio Estação de Imagem com a categoria Aprendendo a Sobreviver na Vida Diária, em 2014.

Rui Caria – Iniciou o seu percurso profissional em 1990 e foi repórter e editor de imagem da TVI, fazendo agora o mesmo trabalho para a SIC, a partir dos Açores. Também colabora, enquanto fotojornalista, com alguns jornais nacionais e estrangeiros. O seu trabalho fotográfico foi reconhecido internacionalmente pelos editores de importantes sítios de fotografia, como a National GeographicLeica Fotografie International e Getty Images. Em 2016, foi câmara de prata da Federação Europeia de Fotógrafos na categoria de fotojornalismo na competição de fotógrafo europeu do ano de 2016.

Categorias: